Faça seu: Login ou Registre-se
 

Podcast


A manipulação de imagens feita em editores como o Photoshop substitui a necessidade de uma boa fotografia?

A manipulação feita em fotografias não é contemporânea, desde antes do Photoshop ou qualquer outro software de edição de imagens, essas alterações, sejam estéticas ou para fins de edições, eram feitas nos laboratórios de revelação, mas esse surto de “photoshopar” as imagens, seja numa busca da estética perfeita ou para ajustes tonais, tem criado a famosa expressão no momento do clique “depois eu conserto no Photoshop”. Costumo sempre falar para meus alunos que uma boa imagem pode ficar excelente após um tratamento, mas uma foto ruim ou regular ficará no máximo uma boa foto.

Nesta foto de 1937, Adolf Hitler removeu Joseph Goebbels da imagem.

O software de tratamento precisa ser um complemento do seu trabalho e não fator obrigatório. Cada dia que passa os conceitos, as técnicas e principalmente o fator criativo desenhado através de belas composições fotográficas são esquecidos e deixados de lado. Justamente esses fatores que eternizaram os grandes mestres da fotografia.

Mas também sou contra a uma vertente que é avessa ao uso do Photoshop, por dizer que não há necessidade ou até mesmo por achar que uma modificação ou edição, irá diminuí-lo como fotógrafo. O uso da ferramenta adequada e principalmente estando atento as boas práticas, evitará assim efeitos e correções destrutivas nas imagens, alterações bizarras para emagrecer e modificações em que umbigos desaparecem.

Umbigo retirado em mais um erro no Photoshop.

Um assunto que é tabu entre os iniciantes do mundo da fotografia sempre foi a profundidade de campo. Trabalhar as nuances entre os f-stops não é tarefa fácil no início, a cada nova versão do Photoshop a Adobe facilita a vida dos fotógrafos, na versão CS6 foi implementada a ferramenta Blur Gallery (galeria de desfoque), que possibilita trabalhar com três tipos de desfoques, possibilitando criar diferentes tipos de desfoques em regiões específicas da imagem. Esse recurso, sendo usado corretamente, pode deixar uma foto belíssima, mas o fotógrafo não pode esquecer que esses recursos podem ser feitos sem o auxílio do Photoshop, o que em minha opinião deixam as imagens mais realistas.

Imagem acima: Photoshop CS6 – Blur Gallery

Podemos chegar a conclusão que dependendo do segmento fotográfico, o Photoshop é a ferramenta perfeita para tratamento e correções, poderia até ousar e dizer que é obrigatório, mas não podemos esquecer da verdadeira essência da fotografia. Além do mais não existe ainda um botão chamado CRIATIVIDADE no Photoshop rsrsrsrsrs, muito bom se fosse como na imagem abaixo.

Quer aprender a efetuar tratamentos profissionais no Photoshop Lightroom 4 , CONFIRA NOSSO CURSO.

Post By Leandro Duarte (66 Posts)

Connect